Skip to main content
ADATA Integration Brazil S.A.

ADATA Integration Brazil S.A.

  • Santo Antonio da Posse / SP

A ADATA escolheu o Brasil para instalar sua primeira Planta de Encapsulamento de Circuitos Integrados na América Latina, localizada em Santo Antônio de Posse, São Paulo. O projeto, realizado pela RJWU & Associates Architects and Engineers, engloba sistemas de ar condicionado (água gelada) para as áreas de produção e administrativas, expansão direta para os vestiários e ventilação/exaustão para os sanitários.

O sistema de ar condicionado é do tipo Expansão Indireta, composto por quatro grupos de resfriadores com condensação a água, totalizando 94 TR, com dois operantes e um reserva. Destacam-se também três Torres de Resfriamento com ventilador centrífugo acionado por inversor de frequência, garantindo baixo ruído e eficiência energética. Nas demais áreas, foram utilizados sistemas de Expansão Direta.

O sistema inclui condicionadores de ar externo (UTA), com dois estágios de aquecimento, dois de resfriamento, umidificação por aspersão e filtragem G/F e absoluta, tratando 100% do ar externo distribuído a todos os sistemas.

Para a recuperação de energia, é realizada uma picagem na água de condensação, pré-aquecendo-a através de um circuito hidráulico paralelo para controle de reaquecimento/umidade.

As Áreas Classificadas (ISO s. 6 e 7) são beneficiadas pelo conceito de “DryCoil”, onde serpentinas retiram o calor sensível do processo, além de contar com 70% Fan Filters com Filtros HEPA, formando um forro filtrante de 4×2.

O sistema possui um sistema tipo PLC com protocolo de comunicação aberto (Modbus/IP), contendo 700 pontos. A operação e supervisão são realizadas pelo Software Supervisório SCADA em duas estações, garantindo segurança e integridade dos dados. A interface de operação é elaborada através de plataforma orientada e objetos de visualização dos sinóticos em 3D, com exibição de todas as grandezas controladas, pontos comandados e sinalizações de alarmes gerados pelo sistema, além do acesso aos “set points” e comandos de liga/desliga dos equipamentos.

Para os escritórios, foram utilizadas Unidades Hidrônicas Terminals tipo “Cassete” com pré-tratamento de ar externo, enquanto nos vestíbulos, adotou-se o Sistema de Expansão Direta.